Datafolha: 62% veem pandemia de Covid-19 fora de controle; intenção de se vacinar aumentou


Segundo instituto, número de pessoas que pretende se vacinar aumentou. Pesquisa foi feita com 2.030 pessoas que possuem telefone celular em todas as regiões e estados do país entre os dias 20 e 21 de janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal "Folha de S.Paulo" neste sábado (23) informou que, para 62% dos brasileiros, a pandemia do novo coronavírus está fora de controle.Os entrevistados foram questionados se consideravam a pandemia controlada, em parte controlada ou fora de controle. A pesquisa teve o seguinte resultado:

  • Pandemia está fora de controle: 62%
  • Pandemia está em parte controlada: 33%
  • Pandemia está totalmente controlada: 3%
  • Não sabe: 2%

A pesquisa foi realizada com 2.030 brasileiros adultos, que possuem telefone celular, em todas as regiões e estados do país entre os dias 20 e 21 de janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.Conforme a pesquisa, foi a primeira vez que a pergunta foi feita aos entrevistados. Assim, não foi possível comparar resultados.

Vacina

O Datafolha também verificou aumento de seis pontos percentuais na intenção de se vacinar contra a Covid-19. A pesquisa registrou que 79% dos brasileiros pretende se vacinar. O número era de 73% em dezembro do ano passado. Em agosto, 89% da população desejava receber o imunizante.Você pretende se vacinar contra Covid-19?

  • Sim: 79%
  • Não: 17%
  • Não sabe: 4%

Em dezembro, no levantamento anterior do Datafolha, 73% desejavam se vacinar, contra 22% que não pretendiam receber o imunizante, enquanto 5% dos entrevistados disseram que não sabiam se iriam se vacinar.

Medo de contrair a doença

O Datafolha ainda questionou a respeito do medo das pessoas contraírem o novo coronavírus, que matou mais 215 mil pessoas no Brasil. Os resultados foram:

  • Muito medo: 44%
  • Um pouco de medo: 33%
  • Não tem medo: 16%
  • Já teve Covid-19: 7%

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da CoronaVac (Sinovac/Butantan) e da vacina de Oxford (AstraZeneca/Oxford/Fiocruz).A vacinação com a CoronaVac já teve início, enquanto 2 milhões de doses da vacina de Oxford, importadas da Índia, chegaram ao Brasil na sexta (22) e começaram a ser distribuídos para os estados.Até a sexta (22), 11 estados e o Distrito Federal vacinaram 404,2 mil pessoas, segundo levantamento de consórcio de veículos de imprensa.